Meet the locals, Top posts
comments 69

19 signs you are from Madeira

Madeira

After finding this article, I’ve decided to write this one:

19 signs you were born in Madeira:

1. You love the sea and you can not live without it.

2. If you were asked which is the best beach in the world? Your answer would be Porto Santo Beach, without a doubt.

3. There is also no doubt, that the Madeira Island is so much prettier than the Azores. We take good pride in ‘Our Land’ and ’ our people’, its beauty prevails.

4. You adore ‘Arraiais’, music, ‘wine with laranjada’ and ‘bolo do caco’ with garlic butter.

5. To enjoy the nightlife, means going out for a drink, preferably from 11 p.m. onwards, the party starts late and ends at dawn.

6. The word ‘Poncha’ makes you smile.

7. You love Christmas, especially the night of the market and the ‘Labour masses’.

8. You love Carnival and the Flower Festival and it is most likely that you have already participated in the parade, along the streets of Funchal.

9. The best New Year’s Eve is celebrated in Funchal, for sure.

10. You love to travel and somewhere in the history of your family there’s emigration.

11. You dislike comments like: ‘Living on an island, what an horror, that claustrophobia!’

12. When people make fun of your accent, you are very likely to push it even harder. You say ‘bath’ instead of ‘bowl’, and ‘near me’ rather than ‘at my border’. You also have a natural tendency to join the sufix-‘inho’ to the words and whenever an ‘i’ is near an ‘l’ you read ‘lh’ ex: ‘mililhitro’, ‘quilhómetro’ and ‘pilhoto’. Also you like to talk in the gerund ex: Let ’s go ‘walking’ down…

13. If you ask for directions in the street you are perfectly familiar with the terms: The first house ’from here to there’ and the last hotel ‘from there to here’, got it?

14. You do like a good gossip ‘Bilhardice’ that is to say, talking about life, of others …

15. You love being connected to nature and family. You cannot forget the picnic that you used to share with your family or friends, with ‘espetada’ on a wooden Laurel stick under the shade of the Laurissilva Trees.




16. You are friendly. You love to receive people in your house, meet new people, new cultures, show them around and treat well those who come to visit you.

17. When you were a kid, you used to play ‘àpilhagem’ which is the same as ‘hide and seek’.

18. The ‘Coral’, our beer is the best in the world and you probably got a ‘rezonda’, when your parents found out you were drunk .

19. You are very proud to be from the same island as Cristiano Ronaldo and those who mention Messi, watch out…there is absolutely no doubt that CR7 is the best in the world, after all, he is from Madeira :).

If you have any more signs, you’d like to add to this list, please do ;).

email

69 Comments

  1. Gomes Francisco says

    Eu adorei e, não acho decadente… Podemos dizer azoigar,ajujou,furados,batoque,grado,vami lhá… tanta coisa,nasci na africa do sul,pai madeirense mae de viseu,mas defendo esta terra com unhas e dentes…..

  2. Sem dúvida que concordo com quase todas, sou continental, mas vivo na Madeira há 11 anos, e o meu companheiro é madeirense….por isso, acho que não preciso de dizer mais nada!!! 🙂

  3. Don Aires Pereira says

    E quem não quiser ir pra Madeira , ” Amarra a boia ” como se diz em Câmara de Lobos em linguajem ” Xavelha” . Apesta de viver no continente, em ” Cuba” , a minha casa é em Câmara de Lobos.

  4. Paula Cardoso says

    Adorei o post! Amo ser Madeirense❤”E para quem não se identifica “Temos pena”
    I love Madeira
    Madeira is sun
    ??

  5. Filipe Gonçalves says

    Muito bom, é um orgulho ser madeirense e esta é uma das melhores maneiras que já vi de descrever um madeirense, parabéns. É agradável identificar-me e sorrir ao ler este texto.

  6. Becky Fernandes says

    A informação nesta lista é tão verdadeira que magoa! Ahah ?
    Actualmente estou vivendo na Califórnia, mas sou filha de pais madeirenses e vivi na Madeira durante 12 anos e identifiquei-me com praticamente tudo! Voltei para a ilha durante o verão passado e fez-me tão bem matar as saudades ?
    A única coisa que não me identifiquei muito foi ao ponto referente ao Cristiano Ronaldo simplesmente porque temos família em comum e porque faz-me uma pena enorme que ele é das poucas, senão a única referencia que consigo fazer quando tento explicar a outras pessoas de onde venho. A Ilha da Madeira é realmente um paraíso com imensas coisas para se ter orgulho e infelizmente a maioria do tempo somos conhecidos mundialmente por causa do “grande CR7”, pelo menos pela minha experiência.

    De qualquer forma, muito bom! Um beijinho grande ????

  7. Jose carlos gaspar says

    Quem sente falta da espetada ,da brisa maracujá, carne vinho alhos…e mais…
    Agora o q mais tenho orgulho é na cultura do povo e seus representantes políticos. .infelizmente, não de todos, alguns ainda são uma vergonha. ..

  8. eu me identifico com quase todos com certeza …. esse primeiro cometario dum tal joao deve ser algum mal amado que tem vergonha da nossa “terrinha” “””tonto da peste””

  9. Becky Fernandes says

    É um sítio espectacular Sofia, especialmente nestas zonas perto de San Francisco! Óbvio que nem dá para comparar ao orgulhoso da nossa ilha, mas o facto de a grande cidade chegar a me lembrar um pouco de Portugal, vale a pena a visita 🙂

  10. Deonisa Barros says

    Adorei ? identifico -me com quase tudo… Ao ler fez me recordar e sorrir… Trouxe me também uma certa nostalgia. Parabéns

  11. Espectacular texto esqueci me de dizer não sou madeirense mas sinto me como e identifico me com muitas coisas,a brisa de maçã ,maracujá
    ,o bolo do caco, é espectacular*-*

  12. João Manuel Gouveia da Silva says

    Quem não gostou é porque nunca comeu pinpinela, e nem lapas tiradas na hora, nasci na rua de Santa Maria, joguei à bóla no campo do almirante Reis, sou encarnado e verde até os dias de hoje, portanto tenho muito orgulho da minha terra.

  13. Já tive o prazer de Ir Madeira e digo que adorei…não dentífrico a Madeira pelo CR7 Mas sim pela beleza que é a Ilha da Madeira.. Sou do Continente mas estou no Reino Unido onde tem muitos Madeirenses e is madeirenses que tive o prazer de conhecer digo já que adorei conhecê-los…

  14. Ilha Maravilhosa cheguei ontem fui por uma semana pra matar saudades fantastico comi e bebi de td um pouco amo e vou voltar outra x daki a uns meses ?????

  15. Nasci na Venezuela e fui viver para a minha amada ilha quando tinha apenas 9 anos. Identifico-me com cada expressão acima mencionada! Sou sim,MADEIRENSE COM MUITO ORGULHO!!! Excelente trabalho! E talvez apenas algumas pessoas saibam onde fica, mas almocei muitas vezes no fundo da Ribeira da Caixa, onde o almoço era levado num zafato!

  16. Não concordo com o 3, porque adoro os Açores e não acho que a sua beleza natural seja inferior à nossa (muito pelo contrário). Quanto ao 19, esse senhor não me aquece, nem me arrefece. Regra geral, concordo com o restante, mas nem pensar em acordar cedo para as missas do parto…kkkkkk

  17. Conhecido mundialmente? O vinho Madeira, o bordado Madeira,as bananinhas, tem floresta protegida, património mundial, sete maravilhas do mundo, reserva mundial, melhor destino, destino de excelência, nome no guinness, fauna e flora únicas, património edificado em cada esquina, igrejas, museus, quintas, (destacando a Casa das Mudas distinguida com prémio internacional), Nini, Paulo David, tenis de mesa, vela,……. Seilhá mais. E regional? É indescritível, tem tanto em tão pouco espaço.

  18. Pingback: How would you describe the perfect day in Funchal? - From Madeira to Mars

  19. Pingback: 16 Do’s and Don’ts in Madeira - From Madeira to Mars

  20. Tânia Correia says

    É verdade sim, eu estou a trabalhar nos Açores e faço questão de acentuar o meu madeirense. Tenho muito orgulho em ser da Madeira.

  21. O madeirense não dispensa um milhinho quente com uma caldeirinha de espada, uns chicharrinhos fritos, ou uma grafada de espigos.

  22. Ola Gostei muito das dicas e ainda q não sou Madeirense os meus pais e avós sem!. Sou Venezuelana mais moro em Vigo Galicia e o seu mar fai-me lembrar a minha Madeira onde passei tantas férias assim q sem me identifico com o escrito e como gosto dos doces q dizer das broas de mel de cana e a maneira de pedir o café ( chinesa) também é unica no mundo. Beijinhos

  23. Pingback: Travel Guide To Madeira

  24. Falta dizer que na Madeira não há direita nem esquerda, é tudo para cima ou para baixo.
    Onde fica o mercado, sempre a descer, siga!!

  25. Pingback: A route of 'ponchas' in Madeira - From Madeira to Mars

  26. Juvenal Aguiar says

    Já tenho 53 anos na Venezuela mais nunca esqueço ningún día qué sou madeirense pois é a minha terra linda da minha infancia até os 11 anos no meu querido garachico e muito obrigado por lembrar as nossas tradições qué por certo estou a disfrutar já qué neste momento estou na minha linda ribeira brava

Leave a Reply