Viagens a dois, Até Marte!
comment 1

Se Santorini falasse…

Se Santorini falasse, contava-vos que aqui a vida é azul, celeste, da cor do céu, do mar e das 365 cúpulas das igrejas que existem nesta ilha (1 para cada dia do ano).

Santorini é o muito que resta da erupção vulcânica, que formou esta enorme caldeira, que parece um lago e à volta da qual, se localizam as pequenas vilas desta ilha.

Santorini tem cerca de 15 000 habitantes. A capital da ilha, é Fira.
A principal fonte de receita é o turismo e a produção de vinho.

Santorini vem do nome Santa Irene, mas o seu nome official é Thera que significa “ a mais linda”.
As praias são de areia negra à excepção de duas, uma de areia branca e outra vermelha (dependem da camada geológica a que estão expostas).

Fazem-se passeios de barco até à cratera do vulcão. Podemos nadar nas águas vulcânicas, 5 graus mais quentes.
Oia é a vila mais antiga, lindíssima mas a abarrotar de gente, sobretudo das excursões que chegam dos cruzeiros, dos casais em Lua de Mel e das noivas que tiram fotografias “de catálogo”. Só aqui, assisiti a 2 casamentos. 🙂

Longe das multidões, ouvem-se passarinhos, o correr da água nas pisicinas e o vento que sopra docemente.
À noite, os grilos cantam a sua melodia.

Não fiz muito, nos 2 dias que cá estive, além de pasmar para a paisagem, tirar fotografias, descansar ao sol, brincar com os gatos do hotel e ler. Serve muito bem esse propósito.

Havia uma padaria, a 10 minutos a pé do nosso hotel, que fazia tartes quentinhas de chocolate outras de tomate, espinafres e queijo feta, além de um capuccino bem cremoso. Que bela maneira de começar o dia!

As ruas são estreitinhas com escadarias que não acabam (ou acabam no mar) e há mais motas que carros. As estradas, fazem lembrar as estradas antigas da costa norte da Madeira; quando o autocarro faz a curva, só se vê o abismo e há que fazer marcha atrás, porque vem um carro no sentido contrário. Frequente.

Perto do hotel, em Imerovigli, havia também uma taverna, com cadeiras azuis e toalhas de papel, velinhas, buganvílias cor de rosa e gatos nas redondezas à espera que lhes saísse a sorte grande e caíssem migalhas do céu (ou melhor da mesa).
Comemos tomates recheados à moda de Santorini, polvo com tomates secos e molho vinagrete e um creme de favas com alcaparras que era de chorar por mais. Preço muito razoável, o seu nome era Estia.

Gostei de tudo, mas de tudo, o melhor foi o por do sol dourado e vermelho, imponente que faz parar o correr da vida. Todos se sentam para o ver passar…um copo de vinho na mão, azeitonas no prato e naqueles minutos o que se sente é que somos uns sortudos “do caraças” por poder assistir a um espetáculo daquele gabarito. Consumado o ato, todos dão palmas e fecha-se a cortina para dar lugar à lua.

Amanhã segue-se Atenas. Até breve.

Preço viagem: Aegean Airlines Atenas- Santorini

photo 2

photo 3

photo 4

photo 5

photo 1

photo 2

photo 3

photo 4

photo 2

photo 3

photo 5

photo 4

Filed under: Viagens a dois, Até Marte!

by

Hi! I'm Sofia and my blog talks about the Island where why was born and live, MADEIRA, and the travels that make me enjoy life, in an endless journey to discover the world until (one day, who knows) I get to visit Mars. Welcome :)

1 Comment

  1. Pingback: Say YES to Athens! - From Madeira to Mars

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.