Viagens a dois
comments 2

Da Madeira para Roma…

Visitei Roma pela primeira vez, esta semana.

Escrevo-vos do hall do meu Hotel. Está calor, mas os edifícios são antigos, paredes grossas, frescos.

O sol entra pela janela e as ruas convidam ao passeio.

Roma, a cidade eterna? Cliché ou verdade?

Cheguei a Roma com muitas ideias preconcebidas, pelos comentários de amigos que diziam que Roma era ora linda, romântica, encantadora ora cansativa, uma cidade de multidões e onde há filas intermináveis para ver os monumentos.

Depois havia os filmes, o humor do Woody Allen em “To Rome with Love” e Dolce Vita, uma Roma a preto e branco e cheia de estilo…

Monumentos; Roma é um monumento, toda ela, a cada canto e ruela, há sempre um bocadinho de história para contar e recordar.

Roma tem cerca de 2500 anos de historia, fala-se em a.C. (antes de Cristo) e desenvolveu-se devagar, daí que Roma não se vê num dia, nem numa semana, porque fica sempre algo por ver.

Talvez seja por isso que surgiu a lenda de atirar uma moeda à Fontana de Trevi; todos querem voltar um dia a Roma.

A título de curiosidade: foi no filme “Three Coins in the Fountain” de 1954 que se contou a lenda:” Quem atirasse uma moeda à Fontana de Trevi, regressaria um dia a Roma (A moeda deve ser atirada com a mão direita sobre o ombro esquerdo ou será ao contrário?). Hoje em dia, estima-se que cerca de 3000 euros são atirados à fonte todos os dias…esse dinheiro é usado para alimentar os pobres.

Depois há o estilo, a moda, o sotaque italiano” che bello” e as vespas.

Os calendários dos padres do Vaticano (adorei a ideia), os chapéus e os óculos de Sol que todos teimam em usar e estão à venda a cada esquina.

Quanto à comida…Mama Mia. Basta uma volta pelo mercado, Campo di Fiori, para provar mil e um sabores de Itália, desde o queijo Parmigiano com as cervejas artesanais, as azeitonas da Calábria, o Prosciutto, o Limoncello, o Prosecco, o Supli, a pasta, a pizza al taglio, e claro o Gelato, aí sim, com filas intermináveis à porta.

Se eu gostei de Roma? Isso nem se pergunta.

Itália é para mim um dos meus países de eleição na Europa, quer pela história, pelo clima, pela comida, pelas pessoas e pelo estilo de vida, la dolce vita.

Surpreendentemente ou não, os Italianos são um dos povos com menos incidência de cancro, como explicar? (Esta foi a resposta de uma guia Italiana e o segredo para viver feliz:))

“De manhã, um café e um corneto ( croissant com chocolate; faz produzir endorfinas), depois andamos muito a pé ou de bicicleta (exercício físico), ao almoço uma “ensalatona” , ao lanche comemos gelado (Cálcio) e bebemos muita água das fontes,  ao fim do dia ficamos juntos a conversar nas praças, bebemos vinho, comemos pasta, pizza ou caponata, rimos e barafustamos muito porque o pior stress é o que fica reprimido” Va benne?

Ciau Amici!

Filed under: Viagens a dois

by

Hi! I'm Sofia and my blog talks about the Island where I was born and live, MADEIRA, and the travels that make me enjoy life, in an endless journey to discover the world until (one day, who knows) I get to visit Mars. Welcome :)

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.