Da Madeira
comment 1

À descoberta do Universo de Memórias de João Carlos Abreu

À descoberta do Universo de Memórias de João Carlos Abreu

A vida é feita de memórias, como comprova o Universo do madeirense João Carlos Abreu.

Este museu fica situado em São Pedro, num palacete do século XIX. Tem também um belo jardim e uma simpática casa de chá, com deliciosos bolos e chás caseiros.

Universo de Memórias João Carlos Abreu

Universo de Memórias João Carlos Abreu ©SofiaVasconcelos

Oratório ©SofiaVasconcelos

Universo Memórias João Carlos Abreu ©Sofia Vasconcelos

Alberga as memórias de João Carlos Abreu, jornalista, viajante, poeta, escritor, político, ator, artista e também, ex-diretor e secretário regional de turismo da Madeira, com passagem por diversos países do mundo. Foram-lhe atribuídos múltiplos galardões nas áreas do turismo e da cultura. São da sua iniciativa, eventos como as festas da Flor, do Vinho, do Carnaval e do Atlântico. Publicou centenas de crónicas, dois guias turísticos da Madeira, dez livros de poesia e seis em prosa. Atualmente dedica-se à escrita, ao teatro, às viagens, à pintura e a causas humanitárias.

João Carlos Abreu com Czeslaw Milosz – poeta polaco laureado com o Nobel de Literatura de 1980.

A variedade de objetos, joias, peças de vestuário, mobiliário, pinturas, estatuetas e passaportes é estonteante, fruto de uma vida intensa, rica e desafiante, construída de histórias de viagens. Especial destaque merece Roma (onde estudou e foi jornalista do Vaticano).

Não são só gravatas e cavalos, apesar de haver um em cada sala!

Há muito para descobrir e uma visita não basta…São cerca de 14 mil as peças doadas a este monumento, todas elas adquiridas pelo próprio João Carlos Abreu. Todas as visitas são guiadas e têm a duração aproximada de uma hora, que passa a correr. É que há tanto para contar…

Começamos pelo palacete. Pertencia a Simão Francisco, filho ilegítimo de uma nobre que vivia onde hoje se localiza o museu das Cruzes. Simão Francisco vivia em São Martinho, com uma ama, e frequentava com frequência esta rua. Emigrou para a Guiana Britânica onde foi negociante de madeiras. No século XIX voltou à Madeira, e construíu este palacete inspirado em diversos estilos, nomeadamente o vitoriano. É visível o seu gosto pelas madeiras, já que cada sala tem um estilo diferente, com chão de madeira de cetim e sucupira. Esta casa passou ainda pelas famílias Faria e pelo médico Dr. Nuno Porto, nos anos 70 aos 90.

Universo de Memórias João Carlos Abreu – Calçada do Pico nº2 – Funchal – Madeira

O chão de madeira com diferentes desenhos em cada sala

Casa de banho, a única da propriedade!

 

Teto a imitar o bordado madeira

Sala de Jantar

Na entrada vemos 53 pastores napolitanos de terra cotta, adquiridos em várias visitas a Nápoles, um relógio vitoriano que é um espanto, e um visor estereoscópio, que funde 2 fotografias numa só imagem.

Relógio Vitoriano

Estereoscópio

Chávena para não molhar os bigodes 🙂

Herdou da mãe o gosto pelas joias, uma sensibilidade requintada, visível nestas verdadeiras obras de arte.

Jóias Svarosky

Considera-se verdadeiramente viciado em gravatas, que escolhe por suas cores e originalidade. Tem mais de 1000!

Na biblioteca, descobri a história e a máquina de escrever de Gustaf Grundgens, um dos actores alemães mais conhecidos do séc XX, que tinha uma casa de férias na Madeira. Descrevia a ilha como o seu “tonificante…uma paragem necessária nesta vida agitada”.

Este é o meu cavalo preferido, formado por várias figuras humanas.

Muro de Berlim

O seguinte cavalo foi pintado por vários artistas residentes na Madeira, entre os quais, Carla Cabral e Marcos Milewski.

Tal como na vida real, não conseguimos arrumar as nossas memórias, numa só divisão. As nosssas memórias misturam-se para fazer a vida de que somos feitos.

 

Nota:

Este local tem também um surpreendente leque de serviços educativos para crianças, com atividades que têm uma duração de 45 minutos a 1h 30m. Estas últimas são baseadas no plano nacional de leitura. Desde o ensino pré-escolar ao 4º ano de escolaridade são muitas as atividades propostas, desde um passeio pela casa com binóculos, à descoberta dos animais que nela “habitam”, ou dos instrumentos musicais desta colecção, instrumentos de sopro, gira-discos, telefonia entre outros. As datas temáticas também são celebradas a rigor, com atividades orientadas para pais e filhos. Também têm algumas atividades em Inglês.

As visitas poderão ser marcadas através do email: universodememoriasse@gov-madeira.pt ou pelo telefone: 291225122, ou via www.facebook.com/universomemorias

Atividade escolar baseada no livro Alice no País das Maravilhas

Outras informações:

Bilhete normal – 3,50 €

Crianças até 14 anos – Grátis

Terceira Idade, cartão-jovem e estudantes – 2 € Bilhete para grupos (mínimo de 6 pessoas) – 2 €

Localização:Calçada do Pico nº 2 e 4, freguesia de São Pedro, Concelho do Funchal

Horário: Segunda a Sexta: 10h00 – 17h00 Encerrado aos fins-de-semana e Feriados*

*agendam visitas para grupos ao fim-de-semana e feriados

Os meus melhores agradecimentos à Drª Sílvia Chícharo, diretora do Universo de Memórias João Carlos Abreu, e a toda a sua maravilhosa equipa, por toda a colaboração.

Se procura um hotel para ficar na Madeira, veja estas ofertas:


Booking.com

Filed under: Da Madeira

by

This blog talks about the island where I was born and live - Madeira, and my endless journey to discover the world until (one day, who knows) I get to visit Mars.

1 Comment

  1. Pingback: Ensaio fotográfico © André Gonçalves - Universo de Memórias João Carlos Abreu

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.