Travel to Mars
comments 7

(Português) Já conhecem a Emília-Romanha?

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

É considerada uma das zonas mais ricas da Europa e fica no norte de Itália.

Compreende cidades entre as quais, Modena (também famosa pelo vinagre balsâmico), Rimini ( famoso local de visitas à beira-mar), Parma (com o seu queijo parmesão) e a capital, Bolonha (onde descobri que o esparguete à bolonhesa é um mito… há sim tagliettelle à Ragu, tortellini e todo o tipo de massas caseiras estupendamente deliciosas…).

Bolonha tem sabores inesquecíveis a começar pelo “aperitivo”, uma espécie de “Happy Hour” italiana, que é como ali se começa a noite…a bebida, Lambrusco, a minha preferida, vem acompanhada de um buffet de saladas, pizzas, massas e melão com presunto “prosciutto”… E sim, só se paga a bebida (por volta de 7€).

Bolonha é linda, pintada de vermelho tijolo e muito acolhedora.
Esta Cidade universitária tem a mais antiga universidade da Europa, é descontraída, bem-disposta e faz-nos sentir em casa, desde o momento em que chegamos…

Bolonha tem tudo. História, música, romance, boas lojas, excelente comida, pessoas bonitas e simpáticas.
É uma cidade para conhecer a pé, de preferência de mãos dadas….:)

Bolonha tem segredos que se confessam às paredes, literalmente, e tem o sítio perfeito para um brunch, num Domingo de manhã.

Bolonha tem bicicletas e Ferraris, tem cinema ao ar livre, concertos do Hugh Laurie no teatro, jazz no jardim e tudo isto, numa mesma noite…

Bolonha ensina-nos tão bem o “dolce far niente” no degrau de uma “Piazza” a saborear um “gelatto”…os melhores gelados da minha vida!

E para terminar, deixo-vos a tradução do excerto de um texto, no meu mapa da cidade:
” Eu gosto de Bolonha porque não é demasiado grande nem demasiado pequena…É uma cidade provínciana com um coração metropolitano… Para mim é perfeita!”

 

20130924-002510.jpg20130924-003040.jpg

vcm_s_kf_repr_720x720 (2)IMG_1360

IMG_1315vcm_s_kf_repr_720x720

Onde Fiquei:

Blogville, projecto desenvolvido pelo Turismo de Emilia Romagna juntamente com os bloggers da iambassador travel: Budgettraveller e Traveldudes.

O objectivo consiste em trazer bloggers/escritores de todo o Mundo para a Região, providenciando-lhes uma base a partir da qual possam explorar o lugar de uma forma original, comer, sentir e viver como um local em Italia. Visite www.blogville-emiliaromagna.com . Também no instagram #Blogville

Como lá cheguei:

Funchal-Porto/ Porto-Bolonha (transavia / Ryanair)

Bolonha é um bom ponto de partida para conhecer a Itália de comboio. Fica a cerca de 40 minutos de Florença, 2 horas de Veneza e 3 horas de Roma, aproximadamente.

A não perder:

Visite uma quinta agrícola em Modena, para uma prova de vinagre balsâmico. Eu visitei a Acetaia Leonardi. www.acetaialeonardi.it

Esta quinta é linda, está rodeada por 10 hectares de produção vinícola, sobretudo Lambrusco e Trebbiano, uvas, a partir das quais se produz o vinagre balsâmico. Esta é uma arte e tradição da família Leonardi, desde 1871, que requer paciência e paixão, sendo esta marca mundialmente reconhecida.

Nunca o vinagre foi tão doce…Muito bom!

vcm_s_kf_m160_160x120vcm_s_kf_m160_160x120 (2)vcm_s_kf_repr_832x624 (4)

 

Filed under: Travel to Mars

by

This blog talks about the island where I was born and live - Madeira, and my endless journey to discover the world until (one day, who knows) I get to visit Mars.

7 Comments

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.