Até Marte!, Viagens com crianças
Leave a comment

Paris com Crianças | Guia de Viagem (sem o óbvio, como a Euro Disney.)

Este Natal fomos a Paris.

Paris, porquê?

Primeiro é uma cidade que os meus filhos desejavam visitar. Estudei alguns meses nesta cidade e falo muito dela, adoro-a.

Segundo, eles começaram a aprender francês na escola, logo é uma boa maneira de se familiarizarem com a língua e a cultura.

Terceiro, porque PARIS é a cidade que ainda me faz acreditar no amor e para mim, isso é motivo suficiente. (Aqui ficam algumas dicas de Paris para dois ;).

(Ok, também encontrei um voo direto, a preços acessíveis, desde o Funchal para Paris e com o Natal a chegar, porque não “oferecer-lhes algo diferente este ano” – a Torre Eiffel foi meu presente para nós os 3:)).

Assumo que foi um pouco assustador, tomar a decisão de fazer férias sozinha com os meus filhos. Disse a mim mesma”tu consegues, vai correr tudo bem” e tentei transmitir a maior confiança possível. Como pais, todos sabemos o quão stressante pode ser viajar com crianças, eles não têm a mesma resistência que nós quando se trata de encontrar um destino numa nova cidade, nem a mesma perceção de que as coisas nem sempre acontecem como planeado. Logo, é sempre bom ter algum apoio extra mas à falta dele, deixo-vos um conselho: Certifiquem-se que dormem bem e força!

 

Viajar com os meus filhos é, na minha opinião, uma das experiências mais enriquecedoras que lhes posso dar. Algumas pessoas dizem que eles não vão se lembrar mais tarde e embora isso possa ser verdade para uma criança de 4 anos, na idade dos meus filhos (10 anos em diante), eu sei que se vão recordar. Há mais: é a melhor maneira de “abrir” as suas mentes e corações.

Devo dizer que os ataques de terrorismo em França nos afastaram deste destino, até certo ponto, o que vimos na TV está bem presente nas nossas mentes. No entanto, acredito que a vida é uma aventura para ousados e devemos lutar contra os nossos medos para evoluir. Não digo com isto que devemos colocar-nos em perigo, é claro, mas para mim é importante a ousadia de mostrar o mundo aos meus filhos. Usem sempre o sexto sentido.

(No primeiro dia em que entraram no metro, havia um sem-abrigo a gritar “palavras estranhas” e apontar-nos o dedo e isso foi assustador confesso, mesmo para mim. No entanto, superar essa situação desconfortável, de alguma forma, fortaleceu-os. Começaram a sentir-se mais à vontade no segundo dia, mais empatia em relação à diferença. Acho que que certa forma viajar faz com que entendam que algumas pessoas não têm um caminho fácil na vida, e que não devemos julgar as pessoas pela sua aparência. No entanto usem o bom senso, e tenham cuidado, como sempre, numa grande cidade!) 

Esta viagem também os tornou mais conscientes das diferenças que existem no mundo, quão assustadoras as grandes cidades podem ser, quantas pessoas distintas existem e tantas outras coisas que não se conseguem entender nos livros, temos que as experienciar por nós mesmos.

Onde ficar em Paris?

Quando procurei hotéis para crianças em Paris, havia muitas opções e muitos orçamentos…Um dos hotéis mais recomendados para crianças era o Hotel Le Bristol, mas os preços proibitivos puseram-no logo fora da questão.

Fiquei com esta lista de locais para ficar em Paris com crianças:

YOOMA Urban Lodge – bom para famílias numerosas.

Mama Shelter – genial para qualquer idade…

citizenM Paris La Défense – boa relação preço-qualidade mas um pouco mais afastado do centro

citizenM Paris Gare de Lyonescolhemos este e adoramosSe forem três pessoas e uma criança até 10 anos podem ficar no mesmo quarto, de outra forma, terá que reservar um quarto extra – tenha isso em mente.

O que esperar do citizenM?  Sentido de humor! E camas XL, rain shower, filmes gratuitos na TV, iPad para controlar as luzes, os estores e a música no quarto, luzes ajustáveis consoante o ambiente desejado, design e decoração estilosa. A instalação das luzes no hall de entrada foi amor à primeira vista. Toda a equipa é adorável incluindo um português que foi muito prestável connosco.

(Quando chegamos as persianas do nosso quarto não estavam a funcionar, então reclamamos e, dentro de alguns minutos, mudaram-nos de quarto. Tivemos sorte porque ficamos no quarto 1402 no 14º andar, e a vista era simplesmente deslumbrante!)

O pequeno-almoço é excelente (os melhores ovos mexidos da minha vida), frutos vermelhos frescos e deliciosos sumos de desintoxicação. Pode pagar individualmente por cada item se não quiser o buffet completo, achei uma boa opção. Sentimo-nos em casa mas com o luxo de um hotel numa ótima localização, mesmo ao lado de Gare de Lyon e Austerlitz, muito conveniente. Têm um dos melhores guias e mapas (adoro mapas) de Paris. Dicas excelentes! Se houvesse mais tempo percorria-as todas…hei-de voltar!

Como chegar do aeroporto de Orly ao hotel e vice-versa?

Pode apanhar um autocarro e um comboio para a Gare d ‘Austerlitz. O táxi cobra uma taxa fixa de 35 €, por isso optamos por esse conforto à chegada.

O que fazer em Paris com crianças?

Esqueça a Euro Disney a não ser que seja um destino de sonhos deles. Se assim for, vá e fique lá o tempo todo, nem se preocupe com o resto. Se quer experimentar verdadeiramente Paris, fique na capital e viva-a ao máximo.

20 Sugestões para ver Paris com crianças/adolescentes em 2 dias:

1- Prove a comida francesa num bistro típico. Escolhemos o Chez Janou e a comida estava divinal! Reserve antecipadamente!

2- Coma um crepe Nutella nas ruas e veja como o dobram como um leque.

3- Pare e escute os músicos de rua, costumam ser excelentes!

4- Conte quantos cães diferentes caminham pelas ruas e parques. Pois, adoramos cães…

5- Passeie num dos Carrosséis Belle Époque dispersos pela cidade, só vê-los rodar já nos transporta a um mundo de fantasia…

6- Divirta-se num dos parques da cidade – há um ao lado da Torre Eiffel que é ótimo!

7- Experimente os bolos da pastelaria La Durée e traga alguns para casa…

8- Prove um croissant num café histórico e veja o mundo passar, Les Deux Magots é um dos mais conhecidos

9- Admire a dança dos corvos nos jardins de Tuileries – Sente-se junto ao lago e faça um piquenique.

10- Visite as Galerias La Fayette – lindas!

11- Faça um passeio de autocarro “hop in, hop off” e aprenda um pouco da história de Paris. Fomos nos Big Bus Paris.

12- Faça uma noite especial – escolha karaoke, cinema, teatro. Optamos pelo Hard Rock Café Paris, a comida não estava nada de especial, mas o ambiente era diferente e os pratos das crianças tinham uma forma original no mínimo…Adorei o brownie de chocolate!

13- Conheça alguns locais. Veja aqui uma das experiências guiadas por locais em Paris para crianças.

14- Vá até Trocadéro e veja quem tira a melhor imagem da Torre Eiffel. Hehe…

15- Faça o tour da Nintendo 3DS no Museu do Louvre – demora apenas 50 minutos e mostra as obras mais importantes do museu, além de não se perder no museu, as crianças irão guiá-lo com a Nintendo.

16 – Visite o Museu d’ Orsay – na próxima vez que lhes falarem na escola sobre Rodin, Monet, Renoir, Degas, Van Gogh, Matisse, Gaugin, pode ser que se lembrem de alguma coisa…

17- Paris faz-se bem a pé, junto ao sena. Visite a ile de la citê para ver a catedral Notre Dame e Montmartre para ver o Sacré Cour.

18- Veja alguém a pintar um quadro na Place du Tertre, há quadros e caricaturas. Veja como pintar um quadro desde o início, se possível.

19- Veja as esculturas coloridas na Place George Pompidou. Um sítio divertido e original.

20- Leve uma foto de recordação de uma das máquinas Photomaton da Gare de Lyon. Um clássico!

Se for no inverno, certifique-se de levar meias/leggings para as crianças vesti-las sob as suas calças, lenços, gorros e casacos quentes. Mostre-lhes como comprar bilhetes de metro e encontrar a rota numa estação de metro, será útil para o futuro! 

O melhor de visitar Paris no inverno é que há menos multidões e pouco tempo de espera nas filas.

Uma das melhores noites que tivemos foi ao nos encontrarmos com alguns amigos que temos em Paris. As pessoas são sempre as melhores experiências de qualquer viagem. Os parisienses, ao contrário do que habitualmente se julga, foram muito prestáveis, desde os motoristas de táxi, aos locais nas ruas, e aos funcionários dos restaurantes.

De Paris, trazemos histórias, trazemos fotos, mas acima de tudo trazemos a energia positiva que viajar nos dá. Trazemos também a melhor prenda de Natal; criarmos boas memórias juntos.

Merci Paris e Bom Natal 2017!

Se gostarem de ler este blog, ofereçam-me a prenda de vos ter por perto e subscrevam a minha newsletter. Basta introduzirem o vosso e-mail e recebem um novo artigo sempre que for publicado. Prometo que não escrevo tanto como gostaria, por isso não encho a vossa caixa de correio eletrónico 🙂

Boas festas!

email

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.