Month: agosto 2013

A que é que me sabe o Porto Santo…

Cada vez que cá chego o corpo amolece e a cabeça descansa. As memórias são muitas e simbolizam tempos de pura felicidade. Amizade e Amor, descoberta e loucura, família e prazer. Redescubro tudo isso aqui. E reflito… o ambiente é propício. As ondas quebram lentamente na areia e a brisa do mar refresca-nos a pele quente. Ouvem-se os pássaros de dia e os grilos à noite. A areia é dourada e macia. A água é fria quando se entra e morna quando se sai. Os tons de azul turquesa do mar prolongam-se até à linha do horizonte e reflectem-se nos olhos dos meus filhos… Ouvem-se gargalhadas, canções e suspiros de alegria. Andamos pela praia numa suave alternância entre a praia deserta e os bares onde se aglomeram as ” pequenas multidões”. O Porto Santo sabe a figos e uvas e ao bolo do caco quente com manteiga ao pequeno almoço. Sabe a lambecas na vila e a passeios no cais . Sabe a paz. Sabe a férias. Sabe bem. Para mais informações contactar: www.portosantoline.pt  

Palazzio

Uma certa Veneza

Não há palavras nem fotografias que façam justiça à grandiosidade de Veneza… Chegar à Praça de São Marcos é arrebatador. Um caso raro em que a realidade supera o sonho. Digno de princesas e rainhas e muitos turistas! Mas não me incomodam os cliques das máquinas fotográficas ou as corridas desenfreadas para ver tudo o que está na lista… Em Veneza vale tudo. Por becos e pontes, de barco ou a pé, mas obrigatoriamente bem acompanhada ao longo de 117 ilhas separadas por 150 canais…absorvendo o que ela tem para dar. Aqui ficam alguns dos momentos que me fizeram perder o tino…     E quando o cansaço aperta o vapporetto leva-nos de regresso a casa, a cidade é gigante e as luzes reflectem-se nas águas do canal . Tanto pode ser dito…cada monumento, cada praça, cada gondoleiro…mas há que ver para perceber…   Ciau Amore!   Onde fiquei: Generator Hostel A visita guiada que fiz: www.walksofitaly.com Como lá cheguei: Funchal-Porto/ Porto-Bolonha (transavia / Ryanair) Bolonha- Veneza (Comboio regional/ Regional train)